Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Um chorinho de saudade

10 de julho de 2019
Tempo de leitura: 1 minutos

Fábio Caio

Comentario 2
Compartilhar 97

 

Toda vez que nos via, Nina caía num choro de dar dó. Não, não era choro de felicidade, tampouco era aquele choro de vai-embora-daqui-que-estou-com-medo-de-vocês. Bastava a nossa sombra aparecer e vinha um choro doído que merecia um abraço de consolo.

Algumas vezes Nina levava quem estava por perto para o choro também, como a amiga Amelia, no leito ao lado. Elas dividiam o espaço na UTI do IMIP, em Recife.

E o choro compartilhado doía nos palhaços também, mas a gente ficava junto, cantava, dava vasinho de flor para ela regar com a cachoeira que vazava dos seus olhos, sempre alertando para não usar todas as gotas de uma vez. Daí escapava um riso no meio do choro e abraçávamos aquela dor toda da maneira que se podia fazer.

Estávamos decididos a perguntar se Nina queria que a gente deixasse de fazer as visitas a Amelia, assim ela não precisava chorar tanto conosco.

Naquele mesmo dia encontramos Nina, tranquila, dizendo à psicóloga que sim, queria sempre a nossa visita. Soava quase como um pedido de desculpa pelo choro todo.

Daí, cantando nossa música mais bonita, falamos do tempo lá fora bem no ouvido da Amelia e da nossa alegria de continuarmos a visitá-la, torcendo para que tudo corresse bem. Ainda encontramos Nina mais duas vezes alternando entre o silêncio e o riso, entre o riso e a lágrima na borda do olho.

Certo dia, chegamos ao hospital e a Amelia havia partido para junto dos anjos. Também não encontramos a Nina. E aí foi a vez dos nossos olhos se encherem de lágrimas.



Categorias


Lá do arquivo

Fábio Caio


Postado em:

Histórias de hospital

Tags

choro, saudade, UTI

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
2 Autores de comentários
Girleide ApolinarioRegiane Autores recentes de comentários
  Receber notificação  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Notificação de
Regiane
Visitante
Regiane
Visitante

Q triste. Saudades imensa da Nina e da amiguinha Amélia. Abçs p toda equipe Drs Alegria. Vcs são luz de amor.

Girleide Apolinario
Visitante
Girleide Apolinario
Visitante

Essa menina da foto é Ana Júlia, e era paciente do GAC. Fiquei com o coração apertado ao ler esse texto.
Espero que Julhinha esteja bem 🙏🏻

Existem 2 Comentários.