fbpx

Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

2020: retrospectiva de como foi o ano para Doutores da Alegria

5 de janeiro de 2021
Tempo de leitura: 5 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 0
Compartilhar 6

Como disse nosso diretor-presidente, 2020 foi o ano em que o inimaginável se tornou realidade para a associação Doutores da Alegria.

Diante dos impactos do coronavírus na sociedade e, principalmente, no sistema público de saúde, precisamos nos reinventar para seguir oferecendo arte como antídoto potente para profissionais de saúde e crianças hospitalizadas.

A retrospectiva abaixo conta um pouco dessa reinvenção, que foi construída a muitas mãos: artistas e profissionais de várias formações que enxergaram juntos um caminho possível para que a associação seguisse atuante em 2020.

Janeiro: homenagem no Sambódromo e apresentação em Recife

Enquanto o coronavírus ainda parecia distante, Doutores da Alegria foi escolhida para ser homenageada pela Escola de Samba Dragões da Real. A agremiação do Grupo Especial levou o enredo “A Revolução do Riso: A Arte de Subverter O Mundo Pelo Divino Poder da Alegria” para o Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, em fevereiro.

O elenco pernambucano levou o espetáculo Cenas Curtas para o ‘26º Janeiro de Grandes Espetáculos’, em Recife. A peça reuniu quadros inspirados por situações que aconteceram nas alas pediátricas e por muitas experimentações na linguagem do palhaço. Foram duas sessões no Teatro Marco Camarotti, no Sesc Santo Amaro.

Fevereiro: blocos de carnaval e últimos eventos presenciais

Durante o mês de fevereiro, dezenove hospitais públicos atendidos pela associação em São Paulo, Recife e Rio de Janeiro receberam bloquinhos compostos por palhaços e artistas convidados.

Ensaios para a edição única e presencial do espetáculo Conta Causos, que aconteceu no Teatro Eva Herz, em São Paulo, em março. Os relatos dos besteirologistas aproximam o público do cotidiano do ambiente hospitalar, lembrando passagens marcantes – ora divertidas, ora emocionantes – ocorridas durante as visitas a hospitais paulistanos.

Março: suspensão das atividades diante do coronavírus

No dia 17 de março, seguindo orientações oficiais dos órgãos governamentais em relação à pandemia do novo coronavírus, a associação Doutores da Alegria suspendeu parte de suas atividades.

As unidades de São Paulo, Recife e Rio de Janeiro foram fechadas ao público e a equipe que trabalha diariamente nas sedes (administrativo, financeiro, comunicação, mobilização, jurídico, entre outros) ficou ativa por trabalho remoto.

O desafio proposto era: como entrar sem entrar nos hospitais?

Abril: estreia do Delivery Besteirológico e nova diretoria eleita

A série de vídeos Delivery Besteirológico estreou nos canais da organização. Criada por um comitê de conteúdo multidisciplinar e materializada pelo elenco de artistas, a ideia era aproximar os palhaços, em distanciamento social, das crianças hospitalizadas, profissionais de saúde e público nas redes sociais.

A estreia contou com Wellington Nogueira, fundador da associação.

E Doutores da Alegria passou a contar com uma nova diretoria estatutária para o biênio 2020-2022, eleita em Assembleia Geral Ordinária, realizada dia 9 de março na sede da associação em São Paulo.

Quatro dos diretores se mantiveram no cargo: Luis Vieira da Rocha como o diretor-presidente, Daiane Carina como diretora de Relações Institucionais, Ronaldo Aguiar como diretor Artístico e Simone Pimentel como diretora Financeira. A nova diretora de Formação, Lourdes Atié, substituiu Thaïs Ferrara.

Maio: homenagem aos profissionais da linha de frente

Em um dos momentos mais críticos da pandemia, que já estava instaurada no país, Doutores da Alegria produziu um vídeo em homenagem aos profissionais de saúde. A produção contou com colaboradores das mais diversas áreas da associação.

Junho: primeira live, websérie e adaptações para o digital

A associação inaugurou sua primeira live transmitida pelo YouTube e Facebook. A ação, batizada de Consultório Besteirológico, reuniu a recifense Dra. Baju e o paulista Dr. De Dérson, diretamente de suas casas, em conversa ao vivo com o público nas redes.

O cortejo junino que celebra São João nos hospitais há dez anos ganhou adaptação para a internet. A websérie “A peleja do noivo que tentou enganar a noiva na festa de São João ou vice e versa” foi exibida em cinco capítulos dirigidos e gravados a distância e com participação especial de Dudu do Acordeon.

O tradicional ciclo de palestras da Escola foi adaptado para o formato virtual e foi criada a série de vídeos ‘Escola em Obras’. Também surgiu ‘Doutores em Casa’, vídeos quinzenais apresentados por integrantes da organização, com um apanhado das atividades e projetos da Doutores da Alegria durante o isolamento social.

E as companhias participantes do projeto Plateias Hospitalares, no Rio de Janeiro, começaram a produzir vídeos especiais, com trechos de espetáculos que iriam para os hospitais, para os canais da Doutores.

Julho: festival ao vivo

O Festival Miolo Mole, evento presencial que seria oferecido à cidade de São Paulo em 2020, foi adaptado para o formato digital, em uma live com convidados e artistas da organização.

Com sete horas de duração e com atividades dedicadas à toda a família, o festival aconteceu no dia 26 de julho, ao vivo, com Toquinho, Palavra Cantada, Beatles para Crianças, Marisa Orth, Marcio Atall, Daniel Warren, entre outros.

Agosto: visitas virtuais a hospitais e estreia do Conta Causos ao vivo

Ainda sem perspectiva de voltar a atuar em hospitais presencialmente, Doutores da Alegria inaugurou o Plantão Besteirológico. Hospitais públicos da cidade de São Paulo começaram a receber intervenções artísticas de palhaços pela internet, com uso de tablets e apoio de profissionais de saúde.

As visitas virtuais iniciaram no Hospital M’boi Mirim e no Instituto de Tratamento do Câncer Infantil (Itaci). Depois, chegaram a mais hospitais paulistanos e a hospitais de Recife.

Já nas redes, com transmissão ao vivo nos canais da associação, o espetáculo Conta Causos foi apresentado virtualmente pela primeira vez, em formato de live. Foi possível reunir de maneira inédita artistas de São Paulo e Recife, que trocaram experiências com o púbico a partir de histórias vivenciadas em hospitais.

Setembro: 29 anos de Doutores e debate sobre saúde mental

O aniversário de 29 anos de Doutores da Alegria foi celebrado em duas lives: uma reuniu os primeiros integrantes da organização e foi ancorada por Wellington Nogueira e outra trouxe um papo entre artistas, nosso diretor-presidente e profissionais de saúde. E ainda teve um vídeo feito com colaboradores da associação celebrou o dia 28 de setembro.

Ainda em setembro, saúde mental foi tema de debate do ciclo de palestras da Escola, com Lino de Macedo. Que atividades ou caminhos podemos escolher que nos ajudem a suavizar tempos tão difíceis? O encontro ao vivo aconteceu no canal dos Doutores da Alegria no YouTube.

Outubro: a importância do brincar

A importância do brincar foi tema do encontro ao vivo no mês da criança. Os palhaços conversaram com Lourdes Atié, diretora de Formação da Doutores da Alegria, e Dra. Laurice Siqueira, conhecida pelas crianças da oncologia pediátrica do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, em Recife.

Novembro: Encontro Nacional de Palhaços e nova turma do curso de palhaço

A sexta edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais foi realizada nos dias 7 e 8 de novembro. Em edição virtual, o evento reuniu pessoas de todo o país que utilizam a figura do palhaço para intervir na saúde.

No mesmo mês, a Escola Doutores da Alegria abriu processo seletivo para a nona turma de seu Programa de Formação de Palhaço para Jovens. As inscrições acontecem até 31 de janeiro de 2021 e a seleção abrange três etapas: análise de currículo, entrevista e oficina. Acesse aqui o edital do curso.

E ainda: inauguramos o perfil da Doutores no Tik Tok, plataforma dedicada a vídeos curtos e divertidos com grande público jovem.

Dezembro: websérie de Natal, formação de jovens e lançamento do ‘Boca Larga’

Depois do sucesso da websérie de São João, o Auto de Natal também foi adaptado para o modelo virtual, em três capítulos exibidos no canal dos Doutores no YouTube e nas redes sociais da organização.

A formação da turma oito do Programa de Formação de Palhaço pra Jovens chegou ao seu fim de maneira diferente, pois a pandemia do coronavírus impôs mudanças radicais no campo da aprendizagem. E a circulação, exercício cênico que fechava o processo, se refez a partir de um vídeo coletivo.

E na última semana no ano, lançamos o quinto volume da série Boca Larga, em edição virtual e gratuita. “Boca Larga – Tempos de Pandemia” traz textos de diversos membros da associação, entre artistas e profissionais multidisciplinares, sobre os impactos do novo coronavírus nos ofícios de cada área.

2021: do digital ao real

Em 2020, por meio da arte e do diálogo, nos fortalecemos e ampliamos o campo de atividade da organização.

Ainda citando nosso diretor-presidente, “tão logo possamos retomar as ações presenciais, acredito que em 2021 teremos o desafio de incorporar as ações virtuais aos nossos projetos, estabelecendo um novo campo para a arte do palhaço”.

foto: reprodução de vídeo de Nereu Afonso e Vera Abbud



Categorias


Lá do arquivo

Deixe um comentário

avatar
  Receber notificação  
Notificação de
Existe 0 Comentário.