Search
Generic filters

Home /

Hospitais do Rio recebem novas apresentações em maio

Hospitais do Rio recebem novas apresentações em maio

Por

2 minutos de leitura

 

ilana - plateias hospitalaresxxx

O mês de maio traz novas apresentações do Plateias Hospitalares aos hospitais públicos do Rio de Janeiro.

A programação abrange sete apresentações abertas a todos os pacientes, acompanhantes, profissionais de saúde e moradores do entorno dos hospitais.

O projeto nasceu em 2009 no Estado com o objetivo de ampliar o acesso à cultura por meio de apresentações em hospitais, além de trazer outro olhar artístico para companhias locais, que trazem espetáculos tradicionalmente exibidos em grandes palcos para enfermarias e corredores hospitalares, para um público que muitas vezes tem ali seu primeiro contato com a arte.

Veja a programação de maio:

12 de maio às 14h

Hospital Estadual Adão Pereira Nunes – Duque de Caxias
“Conexão do Bem”

Cortejo musical com pandeiro, chocalho, escaleta, voz e violão que apresenta, através de números musicais e teatrais, composições e paródias autorais. Versões de sucessos de artistas populares como Tim Maia, Sidney Magal e Roberto Carlos compõem o eclético repertório.
Companhia: Conexão do Bem
Idealização: Felipe Haiut
Elenco: André Dale, Felipe Haiut, Laura Araújo, Marianna Pastori, Mariana Barcellos, Nina Reis e Pedro Nêgo

14 de maio às 14h

Hospital Estadual Tavares Macedo – Itaboraí
“No pocket – Um espetáculo para todos os bolsos”
Espetáculo de circo que utiliza as “charlas” clássicas, a música, a dança e a comédia física na criação de “gags” e cenas cômicas. Apresenta uma sucessão de números que exploram o virtuosismo técnico acompanhado por música ao vivo. O fio condutor da dramaturgia é a relação direta dos artistas com o público, sendo este um importante elemento no jogo estabelecido.
Companhia: Coletivo Nopok
Direção: Sergio Machado
Texto e elenco: Daniel Poittevin e Fernando Nicolini

15 de maio às 14h

Hospital Estadual Alberto Torres – São Gonçalo
“A bobeira que dá quando a gente gosta”

Eduardo tem um amigo mais velho que lhe ensina muitas coisas e desfaz vários segredos da infância. Um dia ele decide dizer que “Papai Noel não existe”. A peça traz também duas outras histórias: “A Professora de Desenho” e “Roupa Azul”, sobre dois amigos que só exercem suas amizades nas férias.
Companhia: Dezesseis Produções Culturais
Texto: Marcelo Coelho e Eduardo Ramos
Direção: Eduardo Ramos
Elenco: Fabíola Godói e Eduardo Ramos

18 de maio às 14h

Hospital Estadual Azevedo Lima – Niterói
“Poesia do pé do ouvido”

Atores, música e poesia. Nossos grandes poetas (Drummond, Manuel de Barros, Vinícius, Manoel Bandeira, Quintana, Adélia, João Cabral, Cecília Meireles, entre outros) são levados ao pé do ouvido da plateia. O teatro se faz ainda mais íntimo. Músicas conhecidas pontuam a apresentação, aumentando a identificação entre atores e público. Cada dia, um roteiro. Cada apresentação, uma descoberta. O teatro se faz no momento presente. E a poesia contagia a todos.
Direção: Renato Farias
Direção Musical: Jorge Luís Cardoso
Elenco: Augusto Garcia, Bellatrix, Caetano O’Maihlan, Jorge Luís Cardoso, Letícia Cannavale, Rafael Sieg.

19 de maio às 14h

Hospital Estadual Santa Maria – Jacarepaguá
“Conexão do Bem”

Cortejo musical com pandeiro, chocalho, escaleta, voz e violão que apresenta, através de números musicais e teatrais, composições e paródias autorais. Versões de sucessos de artistas populares como Tim Maia, Sidney Magal e Roberto Carlos compõem o eclético repertório.
Companhia: Conexão do Bem
Idealização: Felipe Haiut
Elenco: André Dale, Felipe Haiut, Laura Araújo, Marianna Pastori, Mariana Barcellos, Nina Reis e Pedro Nêgo

20 de maio às 14h

Hospital Municipal da Piedade – Piedade
“A montanha das 3 perguntas e outras histórias misteriosas’

Ilana Pogrebinschi narra 3 contos de 3 perguntas, 3 desejos, 3 presentes de 3 filhos. O primeiro veio do Vietnã: um menino que sobe uma montanha altíssima para perguntar a 3 gênios porque ele é tão feio. A segunda veio da Índia: um duende concede a seus amos que façam 3 pedidos antes dele partir. A terceira veio da África: um grande patriarca lança um desafio de sabedoria para escolher, entre seus 3 filhos, quem cuidará da tribo depois que ele se for. A atriz utiliza máscaras e bonecos de papel machê e batas africanas que o público veste para participar do último conto.
Texto, Direção e Elenco: Ilana Pogrebinschi
Músico: Daniel Raman

21 de maio às 14h

Hospital Estadual Eduardo Rabello – Campo Grande
“Erê Piá Curumin”

Sete poetas mirins encontram-se para brincar de poesia. Uma aventura lúdica que convida crianças e adultos a se encantarem com esse universo, repleto de música e diversão. Os poetas são: Adélia Prado, Ana Cristina César, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meirelles, Jorge de Lima, Manoel de Barros e Mário Quintana.
Companhia: Companhia de Teatro Íntimo
Direção: Rafael Sieg e Renato Farias
Direção Musical: João Vitor e Haroldo Eiras
Supervisão Musical: Fernando Escrich
Elenco: Ana Paula Lima, Bellatrix Serra, Caetano O”Maihlan, Fernanda Boechat, Gabriela Haviarias e Marcio Mariante.

27 de maio às 14h

Hospital Estadual Rocha Faria – Campo Grande
“Poesia do pé do ouvido”

Atores, música e poesia. Nossos grandes poetas (Drummond, Manuel de Barros, Vinícius, Manoel Bandeira, Quintana, Adélia, João Cabral, Cecília Meireles, entre outros) são levados ao pé do ouvido da plateia. O teatro se faz ainda mais íntimo. Músicas conhecidas pontuam a apresentação, aumentando a identificação entre atores e público. Cada dia, um roteiro. Cada apresentação, uma descoberta. O teatro se faz no momento presente. E a poesia contagia a todos.
Direção: Renato Farias
Direção Musical: Jorge Luís Cardoso
Elenco: Augusto Garcia, Bellatrix, Caetano O’Maihlan, Jorge Luís Cardoso, Letícia Cannavale, Rafael Sieg.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

VocÊ também pode gostar

0
Would love your thoughts, please comment.x

Politica de privacidade

LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS – LGPD

Considerando que:

I – DOUTORES DA ALEGRIA é uma associação civil sem fins lucrativos, e tem como propósito “intervir na sociedade propondo a arte como ‘mínimo social’ para crianças, adolescentes e outros públicos em situação de vulnerabilidade e risco social, privilegiando hospitais públicos e ambientes adversos, tendo a linguagem do palhaço como referência. A partir desta intervenção, ampliar canais de diálogos reflexivos com a sociedade, compartilhando o conhecimento produzido através de formação, pesquisa, publicações e manifestações artísticas, contribuindo para a promoção da
cultura e da saúde e inspirando políticas públicas universais e democráticas para o desenvolvimento social sustentável”


II –
Esta política de privacidade, foi elaborada nos termos da Lei no 13.709, de 14 de agosto de 2018 e tem por objetivo a proteção dos dados pessoais que são coletados e gerados quando você se relaciona de alguma forma com a associação DOUTORES DA ALEGRIA. Além disso, explica como seus dados pessoais são usados, compartilhados e protegidos, quais opções você tem em relação aos seus dados
pessoais e como você pode nos contatar.

1. A quem se aplica?

Se você está lendo este documento, esta política se aplica a você. As orientações
mencionadas se aplicam aos dados coletados de parceiros, doadores, alunos,
prestadores de serviços, associados, fornecedores, sócios da alegria, público em
geral, diretores, conselheiros, consultores, empregados da associação DOUTORES
DA ALEGRIA.

2. Definições e termos:

Alguns termos que irão ajudar você a entender todas as orientações desta política:

Tipos de dados:

Dado pessoal: informação relacionada a pessoa natural identificada ou identificável;

Dado pessoal sensível: dado pessoal sobre origem racial ou étnica, convicção
religiosa, opinião política, filiação a sindicato ou a organização de caráter religioso,
filosófico ou político, dado referente à saúde ou à vida sexual, dado genético ou
biométrico, quando vinculado a uma pessoa natural;

Dado anonimizado: dado relativo a titular que não possa ser identificado,
considerando a utilização de meios técnicos razoáveis e disponíveis na ocasião de
seu tratamento;

Banco de dados: conjunto estruturado de dados pessoais, estabelecido em um ou
em vários locais, em suporte eletrônico ou físico;

Titular: pessoa natural a quem se referem os dados pessoais que são objeto de
tratamento;

Uso dos dados

Acesso: Ato de ingressar, transitar, conhecer ou consultar a informação, bem como possibilidade de usar os ativos de informação de um órgão ou entidade, observada eventual restrição que se aplique;

Armazenamento: Ação ou resultado de manter ou conservar em repositório um dado;

Arquivamento: Ato ou efeito de manter registrado um dado embora já tenha perdido a validade ou esgotado a sua vigência;

Avaliação: Analisar o dado com o objetivo de produzir informação;

Coleta: Recolhimento de dados com finalidade específica;

Controle: Ação ou poder de regular, determinar ou monitorar as ações sobre o dado;

Difusão: Ato ou efeito de divulgação, propagação, multiplicação dos dados;

Distribuição: Ato ou efeito de dispor de dados de acordo com algum critério estabelecido;

Eliminação: Ato ou efeito de excluir ou destruir dado do repositório;

Extração: Ato de copiar ou retirar dados do repositório em que se encontrava;

Processamento: Ato ou efeito de processar dados visando organizá-los para
obtenção de um resultado determinado;

Produção: Criação de bens e de serviços a partir do tratamento de dados;

Recepção: Ato de receber os dados ao final da transmissão;

Reprodução: Cópia de dado preexistente obtido por meio de qualquer processo;

Transferência: Mudança de dados de uma área de armazenamento para outra, ou
para terceiro;

Transmissão: Movimentação de dados entre dois pontos por meio de dispositivos
elétricos, eletrônicos, telegráficos, telefônicos, radioelétricos, pneumáticos, etc.;

Utilização: Ato ou efeito do aproveitamento dos dados.

3. Princípios Gerais sobre o tratamento de dados pessoais adotados pela associação DOUTORES DA ALEGRIA:

•  Os titulares de dados pessoais sempre serão informados sobre quais dados
serão coletados e sua finalidade;
•  Os dados pessoais serão utilizados somente mediante autorização formal
de seus titulares;
•  Somente serão solicitados os dados pessoais de principal relevância para
o projeto previamente estabelecido e limitados a ele;
•  Os dados pessoais serão mantidos corretos e atualizados pelo período
necessário de acordo com sua finalidade;
•  O banco de dados pessoais será mantido em local protegido e seguindo os
mais rigorosos protocolos de segurança;
•  A identidade dos titulares de dados será preservada, principalmente
tratando-se de dados sensíveis;
•  Os titulares de dados pessoais podem a qualquer momento solicitar a
correção, atualização ou exclusão de seus dados da nossa base.

4. Quem é o responsável pelo tratamento de seus dados?

A associação DOUTORES DA ALEGRIA é a responsável legal pelo armazenamento
e eventual tratamento, bem como pela segurança de todos os dados coletados.

Mesmo em projetos e ações que sejam viabilizados em cooperação ou parceria com outras organizações e empresas, nos quais a responsabilidade pode ser dividida, os princípios gerais desta política são mantidos.

5. Quais dados coletamos e por quais motivos?

Coletamos, processamos e arquivamos as seguintes categorias de Dados Pessoais
sobre você:

6. Como armazenamos e quem tem acesso aos seus dados? Armazenamento

Seus dados pessoais (incluindo dados sensíveis) são armazenados seguindo
as medidas de segurança apropriadas para impedir que suas informações sejam
acessadas ou processadas para fins que não estejam de acordo com nossas práticas de inclusão e diversidade.

Acesso
Os bancos de dados utilizados para armazenamento possuem acesso restrito aos nossas trabalhadores e empregados e /ou parceiros que tenham um motivo legítimo e justificável para acesso e/ou tratamento de seus dados pessoais.

7. Por quanto tempo mantemos seus dados pessoais?

Suas informações pessoais serão mantidas pelo tempo que for necessário para
cumprir as finalidades estabelecidas nesta política de privacidade (a menos que um período de conservação mais longo seja exigido pela lei aplicável).

8. Quais são seus direitos em relação aos dados pessoais?

Quando necessário você receberá um documento de consentimento da associação DOUTORES DA ALEGRIA, se estiver de acordo, deve assinar ou autorizar virtualmente.
Além disso, você tem os seguintes direitos em relação aos seus dados pessoais:

9. Aperfeiçoamento da Política de Provacidade

A associação Doutores da Alegria compromete-se a periodicamente revisar e
aperfeiçoar a presente política, além de dar ampla visibilidade a este documento,
mediante a publicação do mesmo no site da organização.

10.Base legal utilizada

Esta Política de Privacidade foi baseada na Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, Lei no 13.709/2018 e orientações do Guia de Boas Práticas da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais realizado pelo Governo Federal.

11.Outras Informações

Dúvidas a respeito da aplicação desta Política e da adequação de qualquer conduta relativa a dados pessoais deverão ser enviadas para o e-mail
doutores@doutoresdaalegria.org.br

Conheça mais sobre o palhaço

Local de atuação

Biografia

Conheça mais sobre o palhaço

Hospitais do Rio recebem novas apresentações em maio

Local de atuação

São Paulo

Biografia