. Três aventuras da galinha Frederica no hospital – Doutores da Alegria

Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Institucional

Três aventuras da galinha Frederica no hospital

30 de junho de 2022
Tempo de leitura: 2 minutos

Gabi Zanola

Atriz e palhaça. Atua como Dra. Pamplona na Doutores da Alegria, em São Paulo, desde 2018.

Comentario 0
Compartilhar 0

Vocês sabiam que nós, da equipe médica besteirológica dos Doutores da Alegria, trabalhamos em dupla, né? No Hospital do Mandaqui, em São Paulo, somos Dr. Fritz e eu, Dra. Pamplona. Mas muita gente não conhece a nossa animalzinha de estimação, a nossa fofofinha, nosso xodó que a gente tanto ama: Frederica!

Ela é uma lindeza! Diz só se ela não é uma fofura? Sim, é!!! Eu sei que é!

Além de bela, Frederica muitas vezes é peça fundamental no nosso atendimento besteirológico! Vou contar para vocês, senhoras e senhores, crianças e crianços, três aventuras de Frederica no hospital!

A noiva galinha

Duda era uma paciente que estava internada no Mandaqui há um bom tempo. Ela nos recebia muito bem e sempre rolavam jogos muito divertidos com ela. E é óbvio que nossa Frederica não podia deixar de participar de algumas lindas vivências no quarto da garota, né?

Quando chegamos lá outro dia, ela estava brincando com uma boneca que tinha um lindo vestido. E aí logo lançamos nossa galinha para poder brincar também, mas a Duda, estilosa do jeito que é, disse que Frederica precisava de um vestido!

Corremos então para fazer um vestido de papel higiênico para a galinha, que ficou a cara de uma noiva! Não pensamos duas vezes e fizemos o casamento de Frederica, que por falta de um galo para se casar com ela, casou com uma garrafa de água que estava ali de bobeira.

Frederica x Dinossauro

Matheus não tem medo de nada! Nadinha!

Lobisomem? Não! Escuro? Não! Cara feia? Não! Susto? Não!

Nada, nada, nadinha, nadaço assusta o garoto.

Mas outro dia, no quarto dele, resolvemos que iríamos assustá-lo.

Como? Transformando nossa galinha Frederica em zumbi!

Abri um acorde menor na sanfona, para deixar o clima bem aterrorizante, enquanto Dr. Fritz sacava a galinha e apertava sua barriga para que ela soltasse aquele estrondoso e assustador som. Matheus, além de não assustar, ainda deu risada da nossa cara! E, não satisfeito, sacou um dinossauro que ele tinha e que fazia um som assustador! Foi assim que iniciamos uma disputa de galinha x dinossauro que, obviamente…, perdemos!

A Galinha-Aranha

No quarto do Victor, outro dia, não estávamos conseguindo engatar! Na verdade, estava meio um caos. Vou explicar: ele e seu companheiro de quarto já estavam internados há muito tempo, não aguentavam mais ficar ali, viram muitas trocas de crianças na cama em frente a deles e, eles mesmos, nada! Iam ficando ali.

Quando entrávamos no quarto, éramos sempre muito bem recebidos por eles. Mas, naquele dia, os dois pareciam mais agitados do que de costume. Papo vai, papo vem, e nada engatava. Quando estávamos perdendo a esperança, eis que o garoto nos revela sua paixão por quadrinhos do Homem-aranha. Percebemos que o personagem era o herói predileto do quarteto que estava ali.

Pois bem… na falta de um boneco do Homem-aranha, lançamos do jaleco ela, a nossa Frederica, “A Galinha-aranha”! E lá, junto deles que agora brincavam mais tranquilos, fizemos um episódio inteiro do desenho com direto até a música de abertura composta pelo próprio Victor: “Galinha-aranha, galinha-aranha, nunca bate só apanha…”

E, mais uma vez, o dia foi salvo graças a ela: Frederica, que agora era a Galinha-aranha!

 



Categorias


Lá do arquivo

Gabi Zanola

Atriz e palhaça. Atua como Dra. Pamplona na Doutores da Alegria, em São Paulo, desde 2018.


Postado em:

Histórias de hospital

Tags

Dr. Fritz, Dra. Pamplona, Frederica, galinha, histórias de hospital, Hospital do Mandaqui, relatório, relatório de hospital

Deixe um comentário

avatar
  Receber notificação  
Notificação de
Existe 0 Comentário.