fbpx

Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Um gesto rock’n’roll

8 de novembro de 2013
Tempo de leitura: 1 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 14
Compartilhar 0

Quarta-feira. Dia chuvoso, cinza, frio… 

Quarto andar. Um lugar quase caótico, onde as enfermeiras, médicos, nutricionistas e fisioterapeutas quase não têm tempo para parar e passar informações aos besteirologistas. Bem à frente do balcão onde as informações sobre os pacientes são passadas, havia um quarto. Bem diante da porta, um pai. 

– O menino está dormindo?

– Não! Está sedado., respondeu o pai. 

Dra. Greta e dr. Pistolinha seguiram seu itinerário. 

Ao passarem novamente pelo quarto daquele pai, ele pede, um pouco excitado:

– Entrem, ele está acordado! 

Os besteirologistas se depararam com uma cena um pouco inusitada. Duas fisioterapeutas mantinham os olhos abertos da criança segurando, literalmente, suas pálpebras. Na mesma hora o dr. Pistolinha sacou seu instrumento musical e fez soar alguns acordes. Uma música triste. Os olhos da criança o seguiam, mantidos abertos pelas fisioterapeutas. 

– Essa música é muito triste. Toca uma mais animada! – emendou uma das fisioterapeutas. 

Sem titubear, Pistolinha e Greta emendaram um Atirei o pau no gato em ritmo de rock.

Os médicos, enfermeiras e fisioterapeutas foram entrando no pequeno quarto, fazendo com que quase não coubesse mais ninguém lá. Sacaram de seus celulares e começaram a filmar e tirar fotos. Era raro aquele paciente estar acordado, ou quase… O rock´n’roll rolava solto, até um final apoteótico. 

Quando a música terminou e os besteirologistas estavam para se retirar, fazendo o sinal com as mãos típico dos roqueiros, o paciente, com uma força e generosidade sobre-humana, começou a erguer sua mão esquerda, tentando fazer o sinal dos roqueiros. 

O ar ficou em suspensão. Segundos viraram eternidade. Os rostos das fisioterapeutas iluminaram-se. Ninguém respirava. 

O braço volta a descer. Saímos do quarto sabendo que algo muito importante e bonito havia acabado de acontecer. O dia já não era mais tão cinza, frio e chuvoso. Tudo ficou mais claro.

Dra. Greta Garboreta (Sueli Andrade)
Dra. Pistolinha (Duico Vasconcelos)
Instituto da Criança – São Paulo
Setembro de 2013 



Categorias


Lá do arquivo

Doutores da Alegria


Postado em:

Tags

gesto, música, pai, rock'n'roll, sedação

14
Deixe um comentário

avatar
0 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
0 Autores de comentários
Autores recentes de comentários
  Receber notificação  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Notificação de
Vera Lúcia Mazarin
Visitante
Vera Lúcia Mazarin
Visitante

Todas as vezes que leio depoimentos relatos por vocês já posso imaginar algo extraordinário está por vir….Tem sido assim, cada vez que leio choro, ao pensar em tudo como é entre vocês guerreiros choro, penso na alegria que cada um de vocês sentem e passam choro, levanto meus olhos e peço a Deus que continue dando-lhes forças, alegrias sobrenaturais para que isso nunca deixe de derramar lágrimas ; sejam ela de alegria, emoção ou até mesmo de tristeza. Fazem tudo valer a pena. Beijos no coração de cada um dos doutores que são da alegria.

Angela
Visitante
Angela
Visitante

Emocionante demais! É de arrepiar…

Que Deus os abençoe sempre, sempre, sempre!

Paz e luz!

Renatinha
Visitante
Renatinha
Visitante

Nossa!

Quem poderia imaginar, que um gesto Rock’N”Roll comoveria tanta gente?!

Incrível!

Parabéns Dra. Greta Garboreta e Dr. Pistolinha, que trabalho maravilhoso!!!

jucimara oliveira
Visitante
jucimara oliveira
Visitante

Que linda história, fico muito feliz em saber que existem pessoas como vocês, capazes de tirar um lindo sorriso de onde menos se espera ou um simples gesto como o que o garoto fez, em agradecimento a tamanha generosidade e alegria.
Obrigada por vocês existirem

Elaine Bombicini
Visitante
Elaine Bombicini
Visitante

Eu nem sei o que dizer, mas cada um de vocês certamente merecem uma estrela com o nome, bem lá no alto do céu!! Sempre imagino que um bom trabalho, ou boas ações reverberam no mundo como se fossem ondas, e quando a gente emana isso, mesmo na dura realidade de um quarto de hospital, na frieza de algumas condições, no dia a dia, melhoramos o mundo! Vocês com certeza infinita, o fazem de uma maneira tocante! Sigam felizes e plenos de amor… a gente de longe agradece!! OBRIGADO! <3

Existem 14 Comentários.