Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Racismo e feminismo são temas de palestras na sede do Doutores da Alegria

9 de setembro de 2019
Tempo de leitura: 2 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 0
Compartilhar 20

Em setembro, Doutores da Alegria traz dois convidados para apresentarem suas visões sobre temas que estão na pauta de discussões da organização: racismo e feminismo.

O ciclo de palestras é promovido pela Escola Doutores da Alegria e faz parte do Sistema Lúdico de Saúde – sistema de formação que propõe encontros, cursos e experiências para o público em geral que não necessariamente tem foco na prática artística.

Ricardo Benedicto debate o racismo e a naturalização da ignorância

No dia 19 de setembro, quinta-feira, às 19h30, o papo é com o educador e filósofo Ricardo Matheus Benedicto. A palestra “O Racismo e a Naturalização da Ignorância” pretende refletir sobre os meios utilizados pelos agentes, conscientes ou não, do racismo para a manutenção deste sistema desumano.

“Perceber o mundo de modo enviesado torna-se um excelente mecanismo de defesa para os membros da cultura europeia, pois não é possível defender o racismo, hoje, da mesma maneira que foi defendido nos séculos XIX e meados do século XX sem provocar repulsa.”, explica Ricardo, que já esteve conosco em uma palestra em 2017, é mestre em Filosofia pela PUC-SP e doutor em Educação pela Faculdade de Educação da USP. Atualmente é professor do Instituto de Humanidades e Letras – Malês da Unilab, coordenador do curso de Pedagogia e coordenador do Grupo de Pesquisa em Educação Afrocentrada.

Para garantir a sua vaga na palestra “O Racismo e a Naturalização da Ignorância”, clique aqui para se inscrever.

Maria Amélia Teles traz uma visão do feminismo na saúde

Já no dia 26 de setembro, quinta-feira, às 19h30, Maria Amélia de Almeida Teles traz a palestra “Ações Feministas em Defesa da Saúde”, uma conversa sobre a retomada das bandeiras de luta feministas dos anos 70, que renascem agora com o direito ao próprio corpo e com a ideia de que as questões pessoais vivenciadas pelas mulheres são em primeiro lugar políticas.

Maria Amélia é feminista, ativista de direitos humanos, escritora, fundadora e integrante da União de Mulheres de São Paulo e coordenadora do Projeto de Promotoras Legais Populares e do
Projeto Maria, Marias em parceria com o IBCCRIM – Instituto Brasileiro de Ciências Criminais.

Para garantir a sua vaga na palestra “Ações Feministas em Defesa da Saúde”, clique aqui para se inscrever.

Ambos os encontros acontecem na Rua Alves Guimarães, 73, em Pinheiros, São Paulo (próximo à estação Oscar Freire do metrô) e são gratuitos ao público. Disponibilizamos 45 vagas para cada palestra, com inscrições prévias nos links acima.

O ciclo é apresentado pelo Ministério da Cidadania e pela associação Doutores da Alegria.

Nos últimos anos, requalificamos a nossa missão para uma tarefa institucional, que traz a cultura como direito, e estabelecemos uma nova pauta de valores organizacionais. A partir de uma nova governança, entendemos que Doutores da Alegria precisaria se preparar para tempos instáveis e desafiadores, que vêm acompanhados de transformações sociais legítimas e necessárias para uma sociedade equilibrada e justa.

Neste sentido, o ciclo de palestras com convidados é uma forma de dividirmos estes saberes e enxergamos maneiras de enfrentar as instabilidades juntos. As próximas palestras serão divulgadas em breve.



Categorias


Lá do arquivo

Deixe um comentário

avatar
  Receber notificação  
Notificação de
Existe 0 Comentário.