Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Da seriedade do palhaço

26 de dezembro de 2012
Tempo de leitura: 1 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 0
Compartilhar 0

“Foi numa conversa de balcão (de Enfermagem, não de bar!) que nós ouvimos sensibilizados o desabafo de um grupo de médicos, enfermeiros, auxiliares e fisioterapeutas indignados com as condições sociais das famílias dos pacientes que frequentam o Hospital do Mandaqui, em São Paulo.

A frase emblemática que dava eixo à conversa era a seguinte: Não é só a doença física que causa sofrimento. Muitas vezes, a vida cruel que essas famílias levam é a doença mais devastadora que elas sofrem, diziam eles.

No meio de um discurso desanimador e, infelizmente realista, nos resta a eterna crença de que “as coisas estão melhorando”. Aliás, essa última frase também fez parte da conversa, mesmo que timidamente. O que nos agradou nisso tudo foi o fato de estarmos presentes e participativos, como palhaços – também sensíveis – na seriedade daquela conversa. No riso e na seriedade, onde há humanidade, parece que há a possibilidade de um palhaço existir. É isso. Dá-lhe esperança brotando no meio dos cacos do mundo!”

Dr. Zequim Bonito (Nereu Afonso)
Dra. Emily (Vera Abbud)
Hospital do Mandaqui
Novembro de 2012


Dizem por aí


Categorias


Lá do arquivo

Doutores da Alegria


Postado em:

SP - Hospital do Mandaqui

Tags

Deixe um comentário

avatar
  Receber notificação  
Notificação de
Existe 0 Comentário.