Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Antes e depois dos palhaços em 3×4

10 de outubro de 2018
Tempo de leitura: 2 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 0
Compartilhar 0

Comemorar 15 anos é abrir o álbum de recordações e perceber como o tempo passou rápido! Ou encontrar aquela 3×4 antiga, com ares de século passado, e ter a certeza de que, ao menos, os anos foram generosos (e de que fotos 3×4 definitivamente não deveriam existir!). Os palhaços do elenco pernambucano passaram por essa experiência recente, de voltar um pouquinho no tempo, recordando as memórias de 15 anos de Doutores da Alegria no Recife. Então por aqui, resolvemos brincar de “Antes e depois”. Será que eles mudaram muito? O que vocês acham? Não chega a ser um “desafio da puberdade”, mas tem foto antiga pra caramba, viu?!

Dr. Micolino (Marcelino Dias) 

Iniciou sua carreira num banco… de feira… onde vendia verduras e legumes, mas principalmente falava muita abobrinha. Nascido no Boboquistão, fez especialização no “Oriente Médico”, especificamente na “Faixa de Gazes”, até que entrou no Doutores da Alegria em 2003.

Dr. Lui (Luciano Pontes)

Dr. Lui – Lui que não se apaga! Nasceu em Orabolas e tem 1,85m de puro delírio. É Oh tô rindo e simancologista especilizado em averiguação de “jogo de cintura” e “girando bem da cabeça” desde 2003, quando entrou no Doutores da Alegria.

Dra. (…) (Luciana Pontual)

Tem gente que muda a cor do cabelo, há pessoas que mudam de sexo, mas Dra. Svenza, ou Ex venza, sei lá, decidiu mudar de nome! Desde 2005, quando entrou no Doutores da Alegria, todo mundo chamava ela de Svenza, embora fosse confundida por vezes com Ana Hickmann. O processo de mudança de nome ainda está em curso, mas até que ela escolha um que faça os olhos brilharem e com o qual haja identificação, vamos chamá-la de Dra. Hera. Só que no presente. Sendo.

Dr. Ado (Arilson Lopes)

Besteirologista dorminhoco, especializado em Roncologia desde 2006, quando entrou no Doutores da Alegria. Desenvolve pesquisa na área de Receitas Médicas, com ingredientes encontrados no próprio hospital. Entre as suas guloseimas preferidas estão o algodão doce e a agulhinha frita – que, consumidos em excesso, fizeram com que o jaleco fosse apertando ao longo dos anos!

Dr. Dud Grud (Eduardo Filho)

Besteirologista renomado, Dr. Dud Grud é conhecido também como Antonio Banderas, de tanta bandeira que sai dando pelos hospitais desde 2006. É Ritmologista nato. Rei do rebolado, sai arrancando suspiros ao mostrar seu robusto, belo e cheiroso sovaco, que fica mais cabeludo com o passar dos anos.

Dra. MonaLisa (Greyce Braga)

Dra. MonaLisa é lisa até no nome. Em pernambuquês, lisa é aquela pessoa que não tem dinheiro. Dinheiro é o que lhe falta. Beleza é o que lhe sobra. E ciência é o que ela tem na cabeça, desde que entrou para o elenco do Doutores da Alegria em 2007. Desde então, tem avançado nos estudos da Meteorologia aplicada à Besteirologia: por duas vezes já conseguiu “mudar o clima” no elevador. Adivinham como?

Dr. Eu_zébio (Fábio Caio)

Dr. Eu, como gosta de ser chamado o paspalho Eu_zébio, nasceu em Cabedelo, e por ironia, uma vez que não possuía nenhum cabelo, acabou expulso da cidade. Desde 2007, foi acolhido pelo Doutores da Alegria, mas tem o mesmo sonho: conseguir uma vasta cabeleira. Será que há esperança?

Dr. Marmelo (Marcelo Oliveira)

O nome dele é Marmelo Marmelada, que gosta de lambada. É grandão, fortão, comilão. Graduado com bolacha assada, foi criado com cocada de coco, fortificado com xerém e, quando criança, preso por contrabando de achocolatado em pó. Concluiu os estudos no mundo da lua em 2010, quando entrou no Doutores da Alegria, mas tem gente que jura que ele ainda está por lá.

Dra. Baju (Juliana de Almeida)

Quando sua mãe a acendeu, ou melhor, deu-lhe à luz, já estava escrito que Baju nasceria para brilhar! Mas, como gasta muita energia, nem sempre pode pagar a conta. Com tanto acende-apaga, acabou virando modelo de pisca-pisca em loja de produtos natalinos, mas entrou em curto-circuito. Foi levada para o hospital e, depois do conserto, acabou ficando por lá, já que estava dando uma luzinha nos atendimentos besteirológicos, tá ligadx?! Isso foi em 2010. Hoje, formada e reformada, ela é a Dra. Baju, a médica mais fina – a começar pelas pernas!


Dizem por aí


Categorias


Lá do arquivo

Deixe um comentário

avatar
  Receber notificação  
Notificação de
Existe 0 Comentário.