fbpx

Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

A tal da passagem

23 de dezembro de 2013
Tempo de leitura: 2 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 2
Compartilhar 0
Tic tac ♪♫
Tic tac
Passa o tempo
Passa a hora
Passo eu
Passa você
Passa o tempo
E vamos embora♪♫ 

E tudo passa. Mais um mês se passa. Mais um ano se passa. A vida é feita de passagens. Há quem diga que a vida é, em si, uma passagem. Uma passagem pela Terra. Você chega, passa e vai embora. Assim… Pluf! Há quem diga também que, quando alguém morre, passa para o lado de lá, ou ainda: que “faz a passagem”. 

E no hospital, como na vida, é assim: passamos por vários lugares, passamos pela vida de muitas pessoas, muitas pessoas e lugares passam por nós. Nossos parceiros passam por nós, as crianças, pais e mães, a equipe do hospital… Todos passam. 

Mas em cada passagem há um tempo precioso, que é o tempo do encontro, o tempo que parece parar, o segundo que dura séculos, que transforma, que toca e que nos faz lembrar: estamos vivos e isso é um milagre. E a tal da passagem para o lado de lá, apesar de ser certeira, é ainda para todos nós um grande mistério. Difícil de aceitar. 

Quero dedicar essas palavras às crianças, seus familiares e a toda a equipe da UTI do Instituto da Criança. Lugar delicado, silencioso, frágil por natureza. Neste mês, crianças em estado muito grave passaram por lá. Umas foram para casa, outras ainda estão lá, algumas… passaram. 

A K. já estava na UTI havia algum tempo. Quando chegou estava consciente, depois passou a dormir. Nós cantávamos para ela como que querendo entrar em seus sonhos. Os pais sempre nos diziam: Cantem para ela que ela adora!

Obedecíamos sem pestanejar. Um dia chegamos por lá e encontramos sua avó, que se emocionou ao nos ver: 

– Ela gosta tanto de vocês! 

Começamos a cantar uma música para a menina e a avó se derreteu em lágrimas.

Ficamos meio sem graça, procurando um jeito de reverter a situação. Foi quando a besteirologista Lola Brígida resolveu sacar seu lenço do bolso para secar o vazamento. Só que, para surpresa do dr. Sandoval e da vovó, o que saiu do bolso não foi um lenço, e sim uma calçola enorme, velha e rasgada. A avó desabou a rir, o que nos deu uma sensação de alívio imediato.

Na mesma semana, nossa K. passou. Essa foi nossa despedida, entre risos e lágrimas.

A todas essas pessoas queridas que passam por nossas vidas, quero agradecer. Porque a nossa passagem aqui no planeta é feita destes pequenos momentos, destes vais e vens, destes encontros… E desencontros.

E agora deixa eu ir porque tenho uma pilha de roupa para passar!

Dra. Lola Brígida (Luciana Viacava)
Instituto da Criança – São Paulo
Dezembro de 2013 



Categorias


Lá do arquivo

Doutores da Alegria


Postado em:

Tags

calçola, despedida, partida, passagem, riso, vida

2
Deixe um comentário

avatar
0 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
0 Autores de comentários
Autores recentes de comentários
  Receber notificação  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Notificação de
Bianca
Visitante
Bianca
Visitante

Parabéns pelo trabalho INCRÍVEL! Sou residente de Uti Pediátrica no Instituto da Criança e nem consigo expressar em palavras tamanha admiração pelo trabalho de vocês. Não são só as crianças que vocês alegram, mas a nós também. Deixam nossos dias tão pesados um pouco mais leves e nos devolvem uma doçura e inocência que são tão importantes naquele lugar. Obrigada por tudo e um 2014 cheio de trabalho pra todos nós!!! 🙂 ♡♥

Carlos Schneider
Visitante
Carlos Schneider
Visitante

Espetacular. Esta é a verdadeira medicina. As angústias nos levam a tristeza e esta, nos emprestam, como um consórcio, curto ou longo, a resultados indesejados. A alegria por sua vez, restabelece a felicidade de olhar a vida pelo sorriso da alma. A medicina convencional precisa ser revista. Parabéns a toda este equipe maravilhosa que busca na tristeza, emprestar alegria para que a vida volte a sorrir. Parabéns Turma

Existem 2 Comentários.